Últimas notícias

transito-sergioalbertoCNT

Ética pode garantir maior segurança no trânsito

A PRF divulga que 94% dos acidentes decorreram de falhas humanas em 2014. Medidas conjuntas podem contribuir para um trânsito mais seguro

Dados da PRF (Polícia Rodoviária Federal), divulgados na segunda-feira (9), apontam que 94% dos acidentes registrados nas BRs, em 2014, ocorreram devido a falhas humanas. Falta de atenção, velocidade incompatível e ultrapassagens indevidas são as principais causas de acidentes fatais.

O instrutor do Sest Senat de Curitiba (PR) Clédio Thomas afirma que a segurança no trânsito depende de uma série de fatores, como o conhecimento da legislação de trânsito, condições legais de trafegabilidade do veículo, conhecimento dos limites físicos e psicológicos do condutor, ética, cidadania e capacidade técnica de gestão do veículo.

“Porém, o que eu considero mais importante é a complexidade do ser humano em decidir ou escolher em todo momento: o que fazer? Essa escolha dependerá da ética, que sempre leva em conta os valores do indivíduo e do sistema no qual está inserido”, destaca.

Garantir a segurança no trânsito é premissa para qualquer condutor, mas os motoristas de veículos de grande porte sempre serão responsáveis pela segurança dos menores, conforme o CTB (Código de Trânsito Brasileiro) – § 2º, Art. 29, Lei 9.503/97. Neste sentido, Clédio alerta sobre a ética na condução de um caminhão, por exemplo. “Para um motorista, que se encontra com duas ou três horas de atraso, chegar ao seu destino, qual medida adotar? Seguir rigorosamente a legislação ou ultrapassar os limites?”

O instrutor lembra que a fiscalização é rara e o mercado exige eficiência. Ele defende que é preciso perceber que o lucro real do transporte está em evitar, a todo custo, os acidentes. “Esses sim têm um custo altíssimo, às vezes, inestimável, pois se trata do valor maior: a vida”.

Clédio Thomas orienta, ainda, que os veículos devem estar em perfeitas condições de trafegabilidade, com documentação válida e estar de acordo com as normas específicas para a sua modalidade de transporte. Além disso, os motoristas precisam ter conhecimento das especificações técnicas recomendadas pelo fabricante. Isso sem esquecer da manutenção e do estado de conservação, que devem estar em dia.

Os condutores ainda devem dirigir com paciência e sabedoria, aplicando os conhecimentos da legislação e da experiência de vida. “Também é imprescindível que os passageiros sejam orientados pelo motorista sobre as normas e procedimentos a serem aplicados em cada viagem”, lembra.

O Sest Senat oferece diversos cursos de capacitação e qualificação para os trabalhadores em transporte. Dentre eles, os de Direção Defensiva e Direção Segura em Pontos Críticos. Para mais informações sobre a oferta do cursos em outras unidades da instituição, clique aqui.

 

Fonte: http://www.sestsenat.org.br/Paginas/Lista_Noticias_Detalhe.aspx?noticia=sest-senat-curitiba-transito-seguranca-etica-prf-condutores-11022015

Leia mais
nova

Resolução do RNTRC é discutida em audiência pública na ANTT

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) promoveu, no dia 26/01/2015, a sessão presencial da Audiência Pública nº 17/2014. O objetivo foi receber contribuições para a revisão da Resolução nº 3.056/2009, que regulamenta os procedimentos para inscrição e manutenção no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC).

Para elaboração da nova proposta, foram levados em consideração estudos da área técnica, recomendações de outros órgãos governamentais e demandas do próprio setor. A nova minuta em discussão busca dar continuidade ao aprimoramento regulatório do setor, trazendo mais benefícios ao transportador, aos usuários do serviço e à sociedade.

Participaram 112 pessoas, que registraram 37 contribuições orais. Eventuais sugestões ainda podem ser enviadas até as 18h do dia 30/1/2015, no horário de Brasília, por meio de Formulário disponibilizado no site da Agência ou por via postal para o endereço da sede da ANTT em Brasília (SCES – Trecho 03 – Lote 10/Polo 08 do Projeto Orla – CEP 70.200-003).

RNTRC – Para exercício da atividade de transporte rodoviário de cargas por conta de terceiros e mediante remuneração, é obrigatória a inscrição no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC). Na Resolução da ANTT no 3.056/2009, estão estabelecidos os procedimentos para inscrição e manutenção no registro. Atualmente, devem ser cadastrados Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas (ETC), Cooperativas de Transporte Rodoviário de Cargas (CTC) e Transportadores Autônomos de Cargas (TAC), que atendam aos requisitos estabelecidos na referida norma.

Além de regularizar o exercício da atividade, o registro fornece aos usuários informações sobre a oferta de transportes e maior segurança ao contratar o serviço.

Fonte: http://www.antt.gov.br/index.php/content/view/37544/Resolucao_do_RNTRC_e_discutida_em_audiencia_publica_na_ANTT.html

Leia mais

Sobre nós

Conheça a Astran transportes e a Astran Socioambiental

A Astran além de realizar operações de transporte, também auxilia o embarcador em estratégias que possam aprimorar os níveis de serviços com custos adequados. A Astran Socioambiental tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento da comunidade de São Bento do Sul

Saiba mais

Receba nossas novidades

Cadastre seu e-mail! É gratuito